Apresentação

DIA 1 DE SETEMBRO
Inquiridor 1... Por favor, Pastor, se apresente nesta abertura, quando inauguramos este espaço para se questionar e se pensar...
.
Acredito que a melhor maneira de me apresentar para esta festa proposta, é "um Pensador". Sou o maior questionador de tudo que sou e do que creio; preciso disto para continuar sendo eu, como pessoa, pastor, pregador, relgioso, teólogo... Antes de tudo, é o que me considero, para, então, ser o que penso que sou.
Sou um Pensador, é no raciocínio compussivo que encontro minhas respostas; eu diria, a resposta das respostas, pois sempre me baseio em respostas já ouvidas, refletidas, questionadas, respostas várias que consigo captar numa pesquisa ou por toda a vida.
.
.
Inquiridor 1... Em se falando de pesquisas, para se chegar às respostas das respostas, nos diga qual as suas principais fontes de captação de respostas.
.
Não são muitas, mas as que são, banham de autoridade, todas as outras que poderiam ser ditas como faltosas na minha lista. Estas poucas poderiam se resumir a umas dez, e posso mencionar, a queima-roupa, algumas delas, talvez, para mim agora, as mais influentes, as mais completas. Chamo-as de TriFontes.
Uma, eu diria, é o meu poder de observação; não me contento em ver o que vejo, quero ver mais, quero ver o que motiva o que vejo; sem extravagâncias, sem exageros, dentro de um plano racional, humanista, coerente ao que creio do ser humano, busco encontrar respostas não no que parece, mas nos bastidores disto; sempre quero entender o que levou a que tudo fosse o que aparenta ser. Esta fonte, para mim, é uma das mais contundentes, dentre todas as minhas fontes.
Outra, muito interessante, é o estar atento, alerta a tudo que manifeste o pensamento do outro, o que escreveu, o que manifesta, o que pretende, o que prega e fala, o que pratica; esta outra fonte é o estar sempre de olhos e ouvidos abertos para ver, pelos olhos do outro, o que eles mesmos vivem no que são. É claro que esta outra fonte, que me é muito interessante, instingante, é segundo o interesse da primeira fonte.
Uma outra fonte, importantíssíma, também, é obervar o que a Bíblia diz, e como diz, a respeito de tudo que observei externa e interiormente, somando ao que contactei das explicações que foram dadas por aqueles que vivem e creem no que pesquiso.
Digamos que todas as outras fontes que utilizo, estão direta e indiretamente baseadas nestes três que tomo que prioiridades dentre todas as fontes.
.
.
Inquiridor 2... É claro que nem todas as vezes o senhor acerta, assim, que margem de erro é considerada por suas reflexões, quando está a pesquisar algo e quando está para responder algo?
.
Hà dois aspectos a serem considerados. Um é a margem que considero, por ser limitado no que pesquiso, e outra consideração é o que considero quando estou dando uma resposta. Nas duas considerações, não consigo imaginar nada diferente de zero margem de erro. Parece prepotência, mas, levando em mente, não a falha em minha pesquisa, mas as particularidades do ser humano, principalmente o fato de ser, em geral, resultado do meio e do tempo, afirmo o que afirmei, a margem de erro em minhas respostas, é zero.
.
.
DIA 11 DE SETEMBRO
Inquiridor 1... Seu aniversário...
.
Meus 50 anos. Digamos que em vez dos 40, agora é que começarei a viver. A partir de agora é desfrutar a vida com tudo que construir no que vivi. Não falo de conceitos materiais, mas espirituais e existenciais. Tenho o privilégio de estar aqui, neste momento do tempo, com muita saúde, muita disposição, com toda a bagagem que acumulei nestes anos passados.
.
.
.
.
ANTROPOLOGIA
Como a TriFontes pode ajudar a entender o homem?
O que é "o homem é produto do meio e do tempo"?
Se o homem é produto de circunstâncias, como a Resposta das respostas tem erro zero?
.
FILOSOFIA
Qual a importância de um pensador na humanidade?
Resposta das Respostas tem espaço para uma outra resposta?
O que é o Outro Diferente?
.
TEOLOGIA
Até onde e como a Bíblia pode ser consultável para se obter respostas?
.